Campo Grande - Mato Grosso do Sul

Praça das Araras em Campo Grande
Praça das Araras em Campo Grande

Área: 8 096,05 km²
População: 755 107 hab. est. IBGE/2009[2]
Densidade: 93,27 hab./km²
Altitude: 592m
Clima: Tropical, média 24’
Fuso horário: o fuso horário é de -1h com relação ao Horário de Brasília e de -4h ao UTC.
Aniversário da Cidade: 26 de agosto

O estado de Mato Grosso do Sul, situa-se no centro-oeste brasileiro, possui uma área de 358.124,962 km², e ao todo uma população de 2.360.498 habitantes. Tem como limites os estados de Goiás a nordeste, Minas Gerais a leste, Mato Grosso ao norte, Paraná ao sul, São Paulo a sudeste, Paraguai a oeste e sul e a Bolívia a noroeste.

O estado constituía a parte meridional do estado do Mato Grosso, do qual foi desmembrado por lei complementar de 11 de outubro de 1977 e instalado em 1 de janeiro de 1979.

A sua economia se baseia na agricultura, na pecuária e na extração mineral. Principais culturas: soja, arroz, trigo, milho, feijão, algodão, amendoim e cana-de-açúcar. A pecuária A fartura da terra-roxa faz com que o solo seja bem produtivo.

Na planície do Pantanal, no oeste do estado, durante o período de cheias do Rio Paraguai , a região vira a maior região alagadiça do planeta,os cerrados recobrem a maior parte do estado, mas também destaca-se a floresta estacional semidecidual. Há ainda a presença de pampas e Mata Atlântica.

Campo Grande é a capital do Mato Grosso do Sul, carinhosamente conhecida também como a Cidade Morena, devido a cor da terra da região, é a porta de entrada para turistas que vão a Bonito, Serra da Bodoquena e ao Pantanal. Campo Grande destaca-se pela sua grande área verde, avenidas largas, a primeira capital de um estado brasileiro a erradicar favelas, onde praticamente não existem crianças nas ruas, está entre uma das melhores cidades com qualidade de vida no Brasil. O número de habitantes na capital do estado são 755 107 habitantes. As principais cidades do estado são: Campo Grande, Dourados, Corumbá, Três Lagoas, Ponta Porá, Aquidauana, Miranda, Bonito.

O tereré é a bebida típica da região que é servida com erva mate que é uma planta nativa do Paraguai, uma erva medicinal, 100% natural e produzida de maneira extremamente ecológica. Não recebe nenhum tipo de produto químico ou conservante em nenhuma das fases de sua produção.

Ele é semelhante ao chimarrão, no entanto seu mate é ligeiramente torrado e deixado em repouso durante meses em local seco para só então ser consumido com água gelada.

O recipiente usado para preparar o TERERÉ, é a GUAMPA, que é um chifre cortado ao meio e preparado para ser utilizado como um copo. Na falta de uma guampa, pode ser servido em outro recipiente.